(Français) L’empire du milliardaire Philip Green, «harceleur sexuel et raciste » en déclin ?

Desculpe, este conteúdo só está disponível em Francês e Inglês (Eua).

Você também pode gostar